quinta-feira, 5 de outubro de 2017

Aulas de acordeon em Porto Alegre

AULAS DE ACORDEON NO CENTRO CULTURAL 25 DE JULHO com o professor Fernando Ávila.
Aprenda todas os segredos deste fantástico instrumento tão tradicional no Rio Grande do Sul. Através de aulas particulares, com duração de 1 hora semanal, você trabalha aspectos práticos e teóricos do instrumento.
Entre em contato conosco e marque suas aulas:
eventos@25brasil.com.br | (51) 3342-8733
Rua Germano Petersen Junior, 250 – Porto Alegre
Obs.: é necessário que o aluno tenha o instrumento para as aulas.
Foto: Amanda Vanassi

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Aulas de Acordeon gratuitas em São Leopoldo


Oficina de Acordeon
No próximo dia 23 de agosto, às 18h30min terá inicio a II Oficina de Acordeon(gratuita). A promoção é da PRESTO Produções e Promoções Artísticas e do SESC São Leopoldo com apoio da Prefeitura Municipal de São Leopoldo. 
A oficina é dirigida a acordeonistas iniciantes, que já possuem instrumento, acordeon piano.
Como em 2016, a oficina antecede o II Encontro Nacional de Acordeon PRESTO/SESC que ocorrerá de 04 a 07 de outubro de 2017 em São Leopoldo, já com as presenças confirmadas dos Professores Oscar dos Reis e Luciano Maia.
As inscrições ocorrerão de 07 a 21/08/2017 na PRESTO (Rua Lindolfo Collor, 263 - Centro - São Leopoldo).
Vagas limitadas
Outras informações: 51 30377784 e pelo e-mail presto.arte1@gmail.com


segunda-feira, 22 de maio de 2017

Financiamento coletivo do CD A Lua de Santiago




Este projeto de gravação de CD, com as minhas composições arranjadas para a instrumentação de acordeon e quinteto de cordas, surgiu há exatamente um ano, em maio de 2016, quando ocorreu o meu contato mais próximo com o acordeonista paulista Toninho Ferragutti. Há 10 anos, Ferragutti lançou o disco chamado “Nem Sol, Nem Lua” que tornou-se uma referência para os acordeonistas de todo o Brasil, um trabalho camerístico conciliando a sonoridade do acordeon com o quinteto de cordas. Após assistir uma performance ao vivo de Toninho Ferragutti acompanhado por essa instrumentação, fui inspirado a pensar o meu primeiro trabalho fonográfico com a mesma formação, tendo em vista que já possuía um trabalho composicional voltado para a formação de trio, acordeon, violão e 
Após esse acontecimento, conheci uma composição da acordeonista portuguesa Inês Vaz, a qual trata de uma peça musical para uma poesia de Fernando Pessoa, intitulada “Não Digas Nada”. A poesia é recitada durante a música e o resultado obtido por Inês me impressionou muito.
Algum tempo depois, ao final de uma tarde, pegando carona com um amigo, Róger Wiest, o filho deste, Santiago, de apenas 3 anos, nos chamou a atenção para olharmos a lua cheia no céu. Aquilo me marcou, me deixou estupefato. Percebi que uma pequena criança estava me fazendo ver algo que corriqueiramente deixamos de contemplar, assim como deixamos de perceber a beleza das simples coisas que estão à nossa volta. Sendo assim, compus um chamame para homenagear aquele momento vivido com Santiago, e o denominei Luna.
Por inspiração no trabalho de Inês Vaz, solicitei ao Róger Wiest que procurasse alguma passagem marcante para ele na obra de Ernest Hemingway, O Velho e o Mar, de forma que fosse recitada no início de Luna. Róger deu o nome de Santiago para seu filho em razão de ter lido o livro supracitado e ter conhecido a história do pescador Santiago, o protagonista do romance, uma história de resiliência, paciência, perseverança, paixão. Roger compôs um poema que sintetizou e amalgamou tudo o que se passou naquele fim de tarde, dentro do carro, junto com Santiago e a lua.

A Lua de Santiago
Ele,
todo pequeno, olhava ao longe.
Dos olhos brilhantes,
a atenção para um céu há muito esquecido.
...
A lua de Santiago nos lembrava de tudo.
Daquilo que perdemos,
por não termos merecido
e de tudo que esquecemos,
sem termos nos dado conta.
Róger Wiest

Aquarela: Maria Tomaselli
Com o poema em mãos pedi ao compositor e maestro João Paulo Sefrin compor uma nova peça com o título do poema, para acordeon, quinteto de cordas e coro, tendo o texto do poema, desta vez, cantado. As duas peças, Luna e A Lua de Santiago, são o fio condutor que perpassa o repertório deste disco e que teça e dá coesão ao enredo deste projeto.
O encarte do CD contará com aquarelas da artista Maria Tomaselli elaboradas especialmente para este disco. O design gráfico é assinado por Rogério Tosca.
Ao todo serão gravadas 14 músicas, contendo uma obra do compositor Fernando Lewis de Mattos e outra já mencionada acima, de João Paulo Sefrin, ambas especialmente compostas para este CD, e também uma peça do acordeonista norte-americano Frank Marocco. As gravações serão realizadas no estúdio do Thomas Dreher, em Porto Alegre. A tiragem do disco será de 1000 cópias.
Os arranjos de 12 músicas e a direção musical do CD estarão sob a responsabilidade do compositor e arranjador Felipe Kirst Adami. A direção artística é minha, Fernando Ávila.
Os músicos convidados serão: Leonardo Bock, Ariel Polycarpo, Gabriel Polycarpo, Fábio Alves, Rael Gobatto, David Garcia, Cassiano Rocha e Ailton Abreu. A peça A Lua de Santiago será interpretada pelo Madrigal Presto, sob a regência de João Paulo Sefrin e a preparação vocal de Lúcia Passos. O show de lançamento será no Centro Cultural 25 de Julho, em Porto Alegre, no dia 29 de outubro de 2017, domingo à noite.
Repertório:
1. Tango bolero (Fernando Ávila)
2. Cynthia (Frank Marocco)
3. Luna (Fernando Ávila) - poema: Róger Wiest
4. Cheio de bossa (Fernando Ávila / Felipe Martini)
5. Poente (Fernando Ávila / Felipe Martini)
6. Milonga del sur (Fernando Ávila / Felipe Martini)
7. Baião em lá (Fernando Ávila / Felipe Martini)
8. Le petit chat Boris (Fernando Ávila)
9. Simplifiquei-te, baiãozinho! (Fernando Ávila)
10. Feito pra ti (Fernando Ávila / Felipe Martini)
11. Aragana (Fernando Ávila)
12. Aurora (Fernando Ávila)
13. Fuga ao Sul (Fernando Lewis de Mattos)
14. A Lua de Santiago (João Paulo Sefrin) - poema: Róger Wiest

Para contribuir, acesse o link e recompense-se! https://www.catarse.me/cd_aluadesantiago

Aquarela: Maria Tomaselli

domingo, 26 de março de 2017

Tango Bolero

Tango Bolero é uma composição para acordeon solo (2016), aqui interpretada pelo grande bayanista e regente ucraniano Sergey Neverov. Obrigado pela belíssima interpretação e arranjo!

quarta-feira, 6 de julho de 2016

Concerto comemorativo ao aniversário da Unisc

Na noite de 29 de junho de 2016 ocorreu o concerto comemorativo ao aniversário de 23 anos da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc). A Orquestra de Câmara Unisc, sob a regência de Leandro Schaefer, apresentou o concerto da Série Convidados trazendo os músicos Mariano Telles (violão) e Fernando Ávila (acordeon) para atuarem junto à orquestra e interpretarem a estreia brasileira da obra do compositor italiano Roberto Caberlotto, intitulada Concerto Armonico, para acordeon, violão e cordas. Além desta peça, os músicos executaram quatro músicas de Astor Piazzolla e um concerto de Vivaldi.

Registro do final do ensaio ocorrido no dia 22 de junho


Passagem de som no dia do concerto







Cassio Daniel, Fernando Ávila e David Garcia.
O meu agradecimento especial ao caro amigo David Garcia, mola propulsora de tudo o que aconteceu, obrigado! E meus mais sinceros agradecimentos ao querido amigo Cassio Daniel, por ter tocado o bis (Milonga del Sur) junto comigo e com o Mariano Telles.


O meu muito obrigado ao maestro Leandro Schaefer por ter oportunizado este momento incrível em minha carreira artística. Obrigado por ter acreditado na ideia! Obrigado, a todos os músicos da Orquestra de Câmara Unisc, e parabéns pelo trabalho! Obrigado, Mariano Telles pela parceria!
Obrigado, Roberto Caberlotto pela confiança e receptividade!
Obrigado, Cassiano Brown pela presença e o registro de imagens!